Brasileiros dominam Orlando!

Os brasileiros ocupam o segundo lugar entre os estrangeiros que mais compram imóveis na Flórida. Segundo pesquisa da NARS (National Association os Realtors – Associação Nacional dos Corretores, dos EUA), os brasileiros foram responsáveis por 9% das residências adquiridas na região, perdendo apenas para os canadenses (22%). Há dez anos, essa parcela era de 2%, uma alta de 7 pontos percentuais no período.

“A segurança da economia americana, mais estável e com uma moeda forte, e a crise brasileira têm aumentado a procura por diversificação de risco e a compra de casas em Orlando cresce a cada mês”, afirma Ricardo Molina, autor do livro Como Ganhar Dinheiro com Vacation Homes e CEO da Talent Realty (www.talentrealty.com.br).

O mercado tem atraído muitos empresários e brasileiros de classe média a alta pelo alto potencial de retorno do investimento, fonte de renda extra. Segundo Molina, o rendimento proporcionado pelo aluguel de casas nos Estados Unidos pode superar 12% a ano, com o auxílio de portais especializados em Vacation Homes, com o que é possível quitar totalmente o imóvel e obter renda extra.

Uma casa em Orlando de quatro dormitórios, por exemplo, a no máximo 10 minutos da Disney, é alugada, em média, 28 semanas por ano com diária média de US$ 124 (líquido ao proprietário), o que gera uma receita de cerca de US$ 24 mil ao ano, ou seja, cerca de US$ 2 mil por mês.

Ainda que o mercado imobiliário brasileiro esteja desaquecido, o preço do metro quadrado segue elevado. Mesmo considerando o dólar na casa de R$ 4, um imóvel nos Estados Unidos custa em média 30% menos que uma casa em São Paulo.

Mercado em alta

As taxas de juros estáveis nos EUA e no Brasil incentivam investidores brasileiros a comprarem residências para aluguel de curto prazo ou por temporada na Florida, visitada por mais de 1,1 milhão de brasileiros em 2018, número 8% do que no ano anterior.

Dados da Orlando Regional Realtors Association (ORRA, Associação das Imobiliárias da Região de Orlando) apontam que a perspectiva de o Federal Reserve Board (Fed – o banco central norte-americano) manter a taxa básica de juros estável estimulou as vendas de todos os tipos de residências nos Estados Unidos, que saltaram 30% em março, em comparação a fevereiro.

Já as vendas de casas em condomínios dispararam 42% na mesma base de comparação. De acordo com uma pesquisa divulgada pela revista Forbes, os preços das residências da cidade subiram 9% apenas em 2017, com um potencial de alta de 35% até 2021

A perspectiva quanto à taxa básica de juros no Brasil – a Selic acompanhada pelo Banco Central – é igualmente de estabilidade, devendo fechar este ano em 6,50%, segundo a pesquisa mensal Focus, do BC. Além da taxa de juros relativamente baixa e estável no Brasil, a proteção cambial e a rentabilidade proporcionadas pelos imóveis no exterior são atrativos poderosos para investimentos naquele mercado.

Confira a pesquisa completa no link: https://www.nar.realtor/sites/default/files/documents/2018-profile-of-international-residential-real-estate-in-florida-10-25-201

Brasileiros dominam Orlando!



VEJA MAIS SOBRE Economia


Conheça o brasileiro mais rico do mundo

brasileiro Eduardo Saverin, cofundador do Facebook, ultrapassou o empresário Jorge Paulo Lemann, sócio da AB Inbev e da 3G Capital, no ranking de bilionários da revista Forbes, se tornando o brasileiro mais rico do mundo. Saverin tem uma fortuna estimada em US$ 19,4 bilhões e está listado na 95ª posição no ranking. O patrimônio de […]

Leia mais

Mesmo com a pandemia, Puma cresce consideravelmente no primeiro trimestre

A Pum anuncia na  ultimo dia  (28) que registrou um crescimento de 26% nas  vendas no primeiro trimestre, apesar de um contexto desfavorável marcado pela continuação dos confinamentos, por problemas de abastecimento e por apelos ao boicote na China relacionados com a situação da minoria uigur em Xinjiang. As vendas da Puma no referido trimestre foram de 1,549 bilhão […]

Leia mais

Grupo Gera alcança marca de R$ 30 milhões de economia com energia renovável para empresas brasileiras

O Grupo Gera, empresa nacional que atua com geração de energia renovável e eficiência energética para grandes consumidores, acaba de registrar a marca de R$ 30 milhões de economia nas despesas com eletricidade das empresas que contratam de forma privada o fornecimento elétrico a partir de fontes limpas e soluções de eficiência energética. A companhia […]

Leia mais

Conheça os 10 bilionários mais jovens do mundo Em 2021

Os 10 bilionários mais jovens do ranking da revista americana Forbes têm entre 18 e 29 anos e vêm especialmente de três países: China, Estados Unidos e Noruega. O mais novo da lista toda, Kevin David Lehmann, tem 18 anos e é dono de 50% da rede de farmácias alemã dm. Sua fortuna é estimada em […]

Leia mais

Com foco em investimentos, XP lança cartão de crédito

A XP lança o cartão de crédito XP Visa Infinite, após fase de testes com uma base de funcionários, clientes e agentes autônomos. A entrada da XP Investimentos no mercado de cartões tem como objetivo estratégico atender cada vez mais todo o ecossistema financeiro dos clientes, incluindo pagamentos, compras e investimentos. Ainda em 2021, estão […]

Leia mais

FAÇA ESTE BLOG SER AINDA MELHOR, ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *