L’Oréal Brasil quer construir ‘beleza do futuro’ inclusiva e sustentável

Um caminho urgente e sem volta. É assim que a presidente da L’Oréal Brasil, An Verhulst-Santos, descreve os desafios ambientais que governos, empresas e sociedade enfrentam e enfrentarão nos próximos anos. Pensando nisso, a empresa lançou este ano seu novo compromisso de sustentabilidade, L’Oréal para o Futuro, com metas sociais e ambientais para 2030. “Chegamos aos limites planetários e temos a absoluta consciência de que o engajamento em prol da sustentabilidade é fundamental”, afirma.

As metas do programa, alinhadas com 15 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, são ambiciosas. A L’Oréal vai destinar € 150 milhões para proteção do meio ambiente e apoio a mulheres vulneráveis em todo o mundo. Desse total, € 100 milhões serão destinados às questões ambientais: € 50 milhões para financiamento de projetos de regeneração de ecossistemas florestais e marinhos e € 50 milhões para a economia circular com solução para a reciclagem de plástico. Os outros € 50 milhões vão para projetos que apoiam mulheres vulneráveis, com integração social e profissional, além de populações indígenas.

As metas do L’Oréal Para O Futuro incluem, por exemplo, que até 2030 100% das embalagens sejam de fonte reciclada, valorizando a economia circular, ou de fonte renovável, com bioplástico. Antes disso, em 2025, todos os locais de fabricação, administração e pesquisa do Grupo L’Oréal serão carbono neutro, usando 100% de energia renovável. A L’Oréal Brasil está trabalhando para atingir essa meta em 2021, cinco anos antes do prazo final da companhia.

“Na L’Oréal, somos líderes mundiais da beleza. Para nós, a sustentabilidade significa um poder que implica um dever. O poder de ser um catalisador de mudança e, indo mais além,contribuir com os grandes desafios do planeta”, diz Maya Colombani, diretora de Sustentabilidade da L’Oréal Brasil.

A empresa quer atuar em diversas frentes, da descarbonização à preservação da biodiversidade, da gestão sustentável da água à economia circular.

“Não podemos mais continuar fazendo negócios como antes, os recursos naturais estão limitados, e temos que enfrentar grandes desafios”, explica Maya Colombani. A empresa vai investir € 50 milhões em soluções de reciclagem inovadoras nos próximos anos e está integrando cada vez mais plástico reciclado em seus produtos icônicos. Para garantir a circularidade de seus produtos, a L’Oréal investiu recentemente em uma start-up chamada Carbios.

“É uma empresa de biotecnologia que oferece uma inovação disruptiva para a reciclagem do plástico por meio da ação enzimática de organismos”, explica Colombani. Ela ressalta que, em 2020, 86% dos produtos novos têm um impacto social e ambiental melhorados. E a meta é que os próximos produtos tenham melhoria de 100%. A L’Oréal está tentando impactar não só seus colaboradores, mas também fornecedores, clientes e 1,5 bilhão de consumidores. A busca por um transporte sustentável resultou na adoção de caminhões abastecidos com biometano, os primeiros do Brasil. Essa é só uma das frentes para o ousado projeto de descarbonização apresentado pela companhia, que se comprometeu a reduzir em 50% as suas emissões de gases de efeito estufa por produto acabado e quer contribuir para a transição energética nos países onde atua.

Mas os compromissos com a sustentabilidade não estão começando do zero. Este ano a empresa anunciou os resultados do programa SBWA (Compartilhando a Beleza com Todos), iniciado em 2013. Com sua execução, a L’Oréal ganhou pelo quarto ano consecutivo a premiação da Carbon Disclosure Project (CDP), organização internacional que analisa as iniciativas sustentáveis das empresas. Foi a única companhia a conseguir pontuação ‘A’, a maior nota possível, por quatro anos seguidos nas três categorias: mudanças climáticas, conservação da água e conservação das florestas. A L’Oréal tem o propósito de beneficiar, através das grandes causas de suas marcas, mais de 3 milhões de pessoas.

“Uma grande empresa, qualquer que seja, tem que agregar à sociedade. Não somos perfeitos na L’Oréal,mas não desistimos de melhorar. Para nós, a “beleza do futuro” deve ser sustentável, inclusiva e natural”, defende Colombani

L’Oréal Brasil quer construir ‘beleza do futuro’ inclusiva e sustentável



VEJA MAIS SOBRE Notícias


Brasil é quinto no ranking global de consumo de produtos antiacne

Por essa muita gente não esperava:  O mercado brasileiro de produtos para tratamento da acne atingiu R$ 537,9 milhões em 2019, registrando crescimento de 5,7% em relação a 2014, quando as vendas foram de R$509,1 milhões, segundo a Euromonitor. No ranking global, liderado pelos Estados Unidos, o Brasil aparece na quinta posição. Juntas, L’Oréal, Johnson & […]

Leia mais

Fundador da Natura afirma que ‘recursos para investir na Amazônia existem’

No ano em que a Amazônia virou notícia em todo o mundo, com o aumento do desmatamento e enorme pressão de investidores estrangeiros, o setor privado decidiu se reunir em busca de soluções para o assunto que passou a ser encarado como uma questão econômica. Em conferência organizada pelo Itaú Unibanco para tratar da maior […]

Leia mais

Empresa permite que clientes naveguem por corredores de supermercado com tecnologia 3D

Fazer compras online tem suas vantagens, mas muitas pessoas sentem falta de caminhar pelos corredores de lojas e supermercados para ver de perto o que comprar. Pensando nisso, o Inabuggy, serviço canadense de entrega de mantimentos, decidiu criar uma experiência de compra virtual em 3D que permite que os clientes “caminhem” pelos corredores de um […]

Leia mais

Dez anos depois de iniciar o processo que transformou o Boticário em uma holding com sete marcas e diversos canais de distribuição, Artur Grynbaum conduz uma nova mudança

Dez anos depois de iniciar o processo que transformou o Boticário em uma holding com sete marcas e diversos canais de distribuição, Artur Grynbaum conduz uma nova mudança organizacional na companhia, que passa a trabalhar com um modelo mais centralizado para tecnologia, logística e marketing. Desta vez, começa por sua posição: em março ele deixa […]

Leia mais

Centro de Inovação Blumenau: uma nova era de desenvolvimento

O dia 17 de dezembro marcou a inauguração do Centro de Inovação Blumenau. Este é um marco histórico para o desenvolvimento do ecossistema de inovação não só da cidade, mas de todo o Vale Europeu. Na prática, teremos um ponto de convergência para que ideias se transformem em novos produtos e serviços, que sejam desenvolvidos novos processos […]

Leia mais

FAÇA ESTE BLOG SER AINDA MELHOR, ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *